Tucano compara marido de Marta a Maria Antonieta

O deputado federal e um dos coordenadores da campanha de José Serra à Prefeitura, Walter Feldman (PSDB-SP), comparou hoje Luis Favre, marido da prefeita e candidata à reeleição pelo PT, Marta Suplicy, a Maria Antonieta, última rainha da monarquia francesa. "Enquanto o povo francês sofria, Maria Antonieta dava festas e bailes no palácio e fazia manifestações equivocadas em relação ao povo", disse o deputado, em resposta às críticas que Favre fez a Serra, classificando o candidato tucano de "reacionário" e "enganador".Ao comparar Favre a Maria Antonieta, Feldman citou ainda uma célebre frase da rainha francesa: "Se o povo não tem pão, dê brioche." Além desta ironia, o deputado do PSDB lembrou que Maria Antonieta foi decapitada com Luís XIV, em função da reação negativa do povo francês à monarquia daquela época. Segundo Feldman, Favre produz "besteiras e bobagens com o que fala". "A Marta deveria recolher o marido."O deputado estadual e também coordenador da campanha de Serra, Édson Aparecido (PSDB), disse que Favre é um fator de desequilíbrio na campanha de Marta Suplicy. Para o tucano, Favre não tem história política e, pelo discurso que tem apresentado recentemente, dá sinais de que está vendo a campanha (petista) sair do controle. "Mas não tem problema, pois quanto mais nos atacam, mais crescemos", emendou. Ao ser questionado sobre as críticas que recebeu do marido da prefeita e adversária petista, José Serra afirmou: "Atribuo as críticas de Favre a alguma aflição. Mas quero deixar claro que nem conheço este fulano", disse. "Mas como sou candidato, não vou fazer psicologia do conhecimento para entender as razões. Eu só achei engraçado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.