Tucano aposta em conquista de eleitores de Ciro no CE

Em um Estado onde uma das suas maiores lideranças - Ciro Gomes (PSB) - foi preterido como candidato à Presidência da República, o terreno é considerado fértil pelo senador tucano Tasso Jereissati para a estratégia de conquista de votos pelo pré-candidato à Presidência José Serra (PSDB). As diretrizes já estão definidas, de acordo com Jereissati.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

17 Maio 2010 | 18h33

Hoje, enquanto aguardava a chegada de Serra em Juazeiro do Norte, no sertão do Cariri, a 590 quilômetros de Fortaleza, Jereissati destacou a importância de colocar o pré-candidato tucano em contato com lideranças regionais e da capital, de destacar as obras realizadas no Ceará com apoio de Serra quando ministro do Planejamento e da Saúde do governo Fernando Henrique Cardoso e de se manter contato com os eleitores de Ciro.

"É preciso fazer a aproximação direta com Serra, motivar as lideranças para começar a trabalhar", afirmou Tasso. "Como o adversário (Dilma) não pode visitar o PAC no Estado, vamos visitar o que o Serra fez no Ceará", continuou, ao citar o açude Castanhão, o porto de Pecém e o aeroporto de Fortaleza como obras que foram tocadas - e concluídas - com recursos liberados com o apoio do então ministro do Planejamento.

Tasso acredita que lideranças e eleitores de Ciro vão se aproximar de Serra. "Há uma evolução quase natural", observou, ao arriscar que entre 70 e 90% dos eleitores de Ciro devem fazer esse caminho. "Aos poucos, eles vão se chegando".

Pesquisa

Para Tasso, o resultado da pesquisa que põe Dilma Rousseff à frente de José Serra é fruto da exposição maciça da pré-candidata petista. "Historicamente isto dá efeito grande", observou ao considerar "ilegal" a série de inserções do PT configurando campanha eleitoral. Na pesquisa CNT/Sensus divulgada hoje, Dilma aparece com 35,7% da preferência do eleitorado, seguida de Serra com 33,2%.

"Não considero a pesquisa tão ruim, tendo Lula como locutor oficial (do programa do PT)", afirmou, ao expressar que espera o mesmo comportamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com relação ao PSDB que, de acordo com ele, também irá fazer campanha de Serra nas próximas inserções do partido, após a convenção de junho.

Mais conteúdo sobre:
eleição José Serra Tasso Jereissati CE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.