TST quer divulgação de nomes dos devedores da Previdência

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Francisco Fausto, afirmou hoje que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deveria divulgar a real situação financeira da Previdência, mostrando a lista de devedores "históricos", inclusive órgãos do próprio governo federal. A iniciativa, defendeu Francisco Fausto, deve anteceder qualquer reforma da Previdência. Fausto, que defende a contribuição de inativos, ainda que em um percentual menor, diz que, antes de se exigir sacrifício do servidor público, é preciso divulgar quem são os devedores, sejam eles governo ou empresa pública. ?Todos precisam saber os motivos pelos quais o servidor público, os funcionários de empresas privadas, enfim todos, estão sendo sacrificados", sugeriu. Fausto afirmou que as três esferas do governo têm dívidas históricas com a previdência, como por exemplo o dinheiro utilizado na construção de Brasília. "Se fossem pagas, o servidor público seria menos sacrificado", afirmou. Veja o índice de notícias sobre as reformas

Agencia Estado,

25 de abril de 2003 | 11h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.