TST pede segurança para Comissão de Sindicância

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto, requisitou à Polícia Federal medidas de segurança aos ministros integrantes da Comissão de Sindicância que foi instaurada para apurar denúncias de supostas irregularidades no Tribunal Regional do Trabalho de Rondônia. Entre as denúncias estão a nomeação irregular de juízes classistas, pagamento excessivo de diárias, contratação ilegítima de servidores e afastamento indevido de servidores. Integram a comissão os ministros João Oreste Dalazen, João Batista Brito Pereira e Gelson de Azevedo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.