TSE suspende reapresentação de programa de Dilma

Tribunal viu irregularidade na apresentação de dados da pesquisa Datafolha

Agência Brasil

24 de agosto de 2010 | 22h56

A ministra Nancy Andrighi do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu nesta terça, 24, a reapresentação do programa da candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), exibido hoje à tarde. A decisão, em caráter liminar, dá margem para que a campanha substitua o programa por outro que não viole a legislação eleitoral.

A representação é de autoria da coligação O Brasil Pode Mais, liderada pelo PSDB. A ação argumenta que o programa, que divulgou resultado da última pesquisa de intenções de voto do Instituto Datafolha não obedeceu a legislação eleitoral.

Segundo a resolução do TSE, quando há menção de dados de pesquisas no horário eleitoral gratuito, “devem ser informados, com clareza, o período de sua realização e a margem de erro”. Também exige que “o modo de apresentação dos resultados não induza o eleitor a erro quanto ao desempenho do candidato em relação aos demais”.

Na decisão, Andrighi afirmou que “após assistir a mídia ficou evidenciado que ao informar os dados da última pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha a coligação Para o Brasil Seguir Mudando não observou todos os requisitos objetivos inerentes ao ato de publicidade deste tipo de informação”.

Tudo o que sabemos sobre:
TSEDilma Rousseffpropaganda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.