Divulgação
Divulgação

TSE suspende julgamento de cassação de governador e vice de Tocantins

O ministro Luiz Fux, vice-presidente da corte eleitoral, pediu vista no processo; Marcelo Miranda (PMDB) e Cláudia Telles (PV) são suspeitos de abuso de poder econômico na eleição de 2014

Rafael Moraes Moura, O Estado de S.Paulo

28 Março 2017 | 22h55

BRASÍLIA - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu nesta terça-feira, 28, o julgamento de uma ação que pede a cassação do governador de Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e da vice-governadora Cláudia Telles (PV). O caso foi suspenso depois do pedido de vista do ministro Luiz Fux, vice-presidente da corte eleitoral.

O governador Marcelo de Carvalho Miranda começou a ser investigado após a prisão em flagrante, em 2014, de quatro pessoas no aeroporto da cidade de Piracanjuba (GO) no momento em que embarcavam em uma aeronave levando R$ 500 mil em espécie. Para a Procuradoria Regional Eleitoral no Tocantins (PRE-TO), há fortes indícios de que a quantia de dinheiro apreendida era destinada ao caixa 2 da campanha de Miranda ao governo de Tocantins, o que configuraria abuso de poder econômico.

“Os elementos probatórios não ostentam a densidade necessária para sustentar a condenação. A Justiça Eleitoral existe para coibir excessos e ilicitudes e não para se sobrepor ao voto popular”, disse a relatora do processo, ministra Luciana Lóssio. A ministra votou contra a cassação do governador e da vice.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.