TSE reprova contas e PSDC fica sem repasse para fundo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reprovou as prestações de contas do diretório nacional do Partido Social Democrata Cristão (PSDC), relativas aos exercícios financeiros de 2002 e de 2006. Com a reprovação das contas, decidida por unanimidade, o TSE determinou a suspensão do repasse das cotas do fundo partidário por um ano. O PSDC foi notificado mas, mesmo após as explicações do partido, o órgão técnico voltou a recomendar a reprovação das contas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.