TSE rejeita pedido de inelegibilidade de Collor

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitaram um pedido do Ministério Público para que fosse decretada a inelegibilidade do senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL). No recurso julgado na quinta-feira pelo TSE, o MP sustentava que Collor teria praticado abuso de poder econômico e usado indevidamente meio de comunicação por fraude em pesquisa eleitoral durante a campanha ao governo de Alagoas, em 2010. De acordo com o MP, o político teria se beneficiado com a divulgação do levantamento.

AE, Agência Estado

31 de maio de 2012 | 21h30

Segundo o relator do recurso, Arnaldo Versiani, para que fique configurado o abuso é necessário verificar a gravidade do caso. "Analisando, no entanto, as circunstâncias em que ocorreram os fatos, bem como as suas consequências, entendo não estarem presentes elementos suficientes que demonstrem a gravidade", disse Versiani. Collor perdeu a eleição.

Tudo o que sabemos sobre:
TSECollor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.