Beto Barata/AE
Beto Barata/AE

TSE rejeita pedido de cassação do governador de SC

Ministros seguiram o relator e rejeitaram pedido; votação terminou em seis votos a um

Fábio Michel, da Central de Notícias,

28 de maio de 2009 | 22h28

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitaram, na noite desta quinta-feira, 28, recurso em que a coligação Salve Santa Catarina solicitava a cassação do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique, por abuso de poder político e econômico, propaganda institucional irregular e cooptação de meios de comunicação do estado em 2006. A votação foi seis a um.

 

Veja também:

 

Justiça afasta por 90 dias governador de Rondônia do cargo

 

O ministro-relator Felix Fischer afirmou em seu voto que as provas do processo não revelaram o uso de propaganda institucional do governo ou de recursos públicos na cooptação de meios de comunicação para beneficiar a imagem e fazer promoção pessoal do governador Luiz Henrique.

 

"O relator esmiuçou o tema. Não deixou margem a dúvida", afirmou o ministro Arnaldo Versiani em seu voto.

 

Apenas o presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, divergiu da maioria por entender que houve abuso de poder político no caso por parte do governador Luiz Henrique.

 

"Ele abusou do poder político e fez uso dos meios de comunicação. Enxerguei nos autos parceria ruinosa para o resultado do pleito", afirmou Ayres Britto.

Tudo o que sabemos sobre:
TSEcassaçãoLuiz Henrique

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.