TSE: PT e PSDB pediram direito de resposta 30 vezes

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje um balanço dos pedidos de direito de resposta que recebeu durante a veiculação da propaganda eleitoral gratuita deste ano, que acaba hoje. As propagandas eleitorais gratuitas no rádio e na televisão para presidente da República geraram 33 pedidos de direito de resposta.

MARÍLIA LOPES, Agência Estado

30 de setembro de 2010 | 13h04

A coligação de Dilma Rousseff ("Para o Brasil Seguir Mudando") apresentou 25 representações. Vinte dessas foram direcionadas ao PSDB ou à coligação "O Brasil Pode Mais", cujo candidato a Presidência é José Serra. Outras duas à revista Veja, uma ao PTB. Também houve representação contra o candidato a governador de Pernambuco Jarbas Vasconcelos e uma ao candidato a deputado federal pela Bahia João Almeida dos Santos.

A coligação de José Serra foi autora de cinco representações, uma questionando o PT de Santa Catarina, duas contra o PSTU e as demais contra o PCO e o PCB, em São Paulo. Os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) ainda analisam alguns pedidos de direito de resposta, que podem chegar ao TSE por meio de recurso.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010propagandaTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.