TSE: problemas de falta de energia não impedem votação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou há pouco que os problemas de falta de energia elétrica em alguns locais de votação foram contornados porque as urnas possuem um sistema de geração de energia própria.

EDUARDO RODRIGUES, Agência Estado

31 de outubro de 2010 | 12h01

Com relação ao número de ocorrências, considerado pequeno até o momento, o assessor-chefe da Corregedoria-Geral Eleitoral, Sérgio Cardoso, lembrou que o número de candidatos no segundo turno é menor e, por isso, a tendência é uma redução no número de ocorrências em relação ao primeiro turno. Segundo ele, a greve da Polícia Militar da Paraíba, por enquanto, não alterou o processo eleitoral no Estado. Até agora, foram feitas duas prisões na Paraíba.

O TSE informou ainda que, às 10h30, terminou a votação na Índia e, às 11h, nos Emirados Árabes e na Rússia.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010TSEenergia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.