TSE nega direito de resposta ao PT em propaganda de Marina

TSE nega direito de resposta ao PT em propaganda de Marina

A defesa da petista pedia direito de resposta por propaganda em que a coligação de Marina apontava que, nos 11 minutos do programa eleitoral, Dilma "só fala mal da Marina"

BEATRIZ BULLA, Estadão Conteúdo

25 de setembro de 2014 | 21h02

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou na noite desta quinta-feira, 25, pedido da coligação "Com a Força do Povo", da presidente e candidata Dilma Rousseff (PT), para ter direito de resposta em propaganda eleitoral de rádio da candidata Marina Silva (PSB).

A defesa da petista pedia direito de resposta por propaganda em que a coligação de Marina apontava que, nos 11 minutos do programa eleitoral, Dilma "só fala mal da Marina" e questionava com o quê a presidente estaria preocupada: "Com o Brasil ou com a Marina?".

De forma breve, sem discussões e por unanimidade, o tribunal decidiu que o recurso da coligação de Dilma era improcedente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.