TSE multa Lula em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada

Ministro do TSE julgou que presidente fez campanha antecipada durante evento em Manguinhos, no RJ

Rosana de Cassia, da Agência Estado

18 de março de 2010 | 14h06

Lula, a primeira-dama Marisa e a ministra Dilma durante a inauguração. Marcos D'Paula/AE

 

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi multado em R$ 5 mil pelo ministro auxiliar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Joelson Dias, que considerou que ele fez campanha eleitoral antecipada, em favor da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata à Presidência, na inauguração de um complexo poliesportivo em Manguinhos (RJ), em maio do ano passado. A decisão atende em parte o pedido do PSDB, que pedia a cobrança de multa ao presidente e à ministra.

 

Veja galeria com imagem das inaugurações

 

Segundo a ação, Lula teria usado o seu discurso na inauguração como "um palanque para as eleições de 2010", em favor da ministra. Pela lei, a propaganda eleitoral só é permitida depois de 5 de julho do ano da eleição. Segundo o ministro auxiliar do TSE, Dilma não poderia ser punida, porque não podia prever que seu nome seria aclamado pelos participantes do evento e nem a maneira como o presidente se manifestou, no discurso de improviso.

Mais conteúdo sobre:
LulaDilma RousseffTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.