TSE mantém cassação de Rosa Garotinho

O Superior Tribunal de Eleitoral (STE) manteve por unanimidade, na noite de ontem, a negativa do ministro Marcelo Ribeiro para o pedido liminar feito por Rosinha Garotinho, ex-prefeita de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, para que ela voltasse ao cargo e tivesse a cassação suspensa.

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

20 de agosto de 2010 | 00h09

A prefeita teve seu cargo cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio Janeiro, em maio desse ano, por considerar que ela foi beneficiada por um grupo de comunicação da região composto de uma rádio e um jornal.

Rosinha e seu vice, Francisco Arthur de Oliveira, pediam que fosse suspensa, enquanto não houvesse o julgamento definitivo de recurso pelo TSE, a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) que determinou a inelegibilidade de ambos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.