TSE mantém ação contra Wilma Faria

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, em votação unânime, recurso pelo qual a governadora Wilma de Faria contestava decisão da corte que determinou ao Tribunal Regional Eleitoral o exame de ação em que ela é acusada de propaganda irregular nas eleições de 2006. Segundo a ação, Wilma teria veiculado publicidade institucional nos três meses que antecederam as eleições de 2006, o que é proibido por lei.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.