TSE livra Teotonio de cassação

O governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB), livrou-se nesta noite do risco de cassação do mandato. Por maioria de votos, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitaram um pedido do 2º colocado na eleição de 2010, Ronaldo Lessa (PDT), para que o governador fosse punido com a perda do mandato por supostamente ter usado um programa de distribuição de ovinos com o objetivo de conquistar a reeleição.

Agência Estado

13 de dezembro de 2011 | 22h45

De acordo com o TSE, a distribuição dos animais não teve o potencial de modificar o resultado da eleição, já que apenas 235 famílias de sete municípios foram beneficiadas. Vilela venceu a eleição por uma diferença de 75 mil votos. Ao invés de cassar o tucano, o tribunal resolveu multá-lo em R$ 10 mil.

Tudo o que sabemos sobre:
TSEjulgamentoTeotonio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.