TSE já aprovou envio de Forças Armadas para eleição em 300 municípios

As tropas deverão atuar para garantir a segurança do processo de votação e apuração dos votos em 12 Estados: Acre, Alagoas, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins

Rafael Moraes Moura, O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2016 | 21h02


Brasília – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já autorizou o envio de tropas das Forças Armadas para garantir a segurança em 300 municípios de todo o País, informou na noite desta quinta-feira, 29, a assessoria do tribunal.

As tropas deverão atuar para garantir a segurança do processo de votação e apuração dos votos em 12 Estados: Acre, Alagoas, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins

Os Estados do Rio Grande do Norte, do Pará e do Maranhão encabeçam a lista, com o maior número de pedidos aceitos pela Corte eleitoral – respectivamente, 87, 70 e 45 municípios.

Entre os municípios que vão receber as tropas das Forças Armadas estão Rio de Janeiro (RJ), Duque de Caxias (RJ), Nova Iguaçu (RJ), São João do Meriti (RJ), Macaé (RJ), Rio Branco (AC), Nova Xavantina (MT), Rio Largo (AL), Itacajá (TO), Pilar (AL) e Santa Cruz (RN), entre outros.

No dia 20 deste mês, o TSE decidiu negar o pedido para enviar agentes das Forças Armadas a municípios do Piauí, depois de o governador Wellington Dias (PT) garantir que o Estado está apto a garantir a segurança na região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.