TSE: há justa causa para Clésio Andrade sair do PR

O ministro Marcelo Ribeiro, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), reconheceu que há justa causa para a saída do senador mineiro Clésio Andrade do Partido da República (PR). A decisão abre caminho para que Andrade se filie ao PMDB.

MARIÂNGELA GALLUCCI, Agência Estado

07 de dezembro de 2011 | 19h09

O parlamentar alegou que "ao buscar apoio da legenda para formar uma base firme no Estado de Minas, foi expressamente tolhido, numa nítida demonstração de grave discriminação pessoal". Em sua decisão, o ministro citou manifestação na qual o próprio PR argumenta que a manutenção do senador no partido "causará indiscutivelmente constrangimentos de natureza política para ambas as partes".

Tudo o que sabemos sobre:
Clésio AndradePRTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.