TSE faz nova campanha para conscientizar eleitor

A partir da próxima segunda-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começa a veicular na TV e no rádio seis novas peças publicitárias de conscientização do eleitor. Sem citar a Lei da Ficha Limpa, o tribunal insistirá na mensagem de que o eleitor deve pesquisar os antecedentes de seu candidato.

CAROL PIRES, Agência Estado

20 de agosto de 2010 | 16h12

A nova propaganda contará a história de um falso dentista para passar a mensagem de que, assim como as pessoas não devem confiar sua saúde a um profissional desconhecido, também não devem dar seu voto a um político sem saber os antecedentes dele.

As demais peças abordarão a segurança das urnas eletrônicas, a acessibilidade dos locais de votação para cadeirantes, a possibilidade do voto em trânsito, a obrigatoriedade da apresentação de documento de identidade e título de eleitor para votar e ainda outra de incentivo para que analfabetos e pessoas com 16 e 17 anos não deixem de votar.

Desde o último dia 31, o TSE tem veiculado propagandas de conscientização e esclarecimento do eleitor, usando o conceito "Você pode escolher o seu destino". A primeira fase da campanha abordou, entre outros temas, a função de cada cargo disputado nas eleições deste ano - presidente e vice-presidente da República, governador, senador e deputados federal, estadual e distrital.

As seis novas peças foram exibidas nesta manhã pelo presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, aos presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), que estão reunidos, em Brasília, no 50º encontro da categoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.