TSE estima que 22 milhões usarão biometria em 2014

O recadastramento biométrico deve ser concluído no ano que vem em quatro Estados e 844 municípios de outras Unidades da Federação

AE, Agência Estado

06 de outubro de 2013 | 13h48

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estima que 22 milhões dos 140 milhões de eleitores sejam identificados pela biometria nas eleições de 2014. O recadastramento biométrico deve ser concluído no ano que vem em quatro Estados e 844 municípios de outras Unidades da Federação, de acordo com informações da Agência Brasil.

Os eleitores das cidades participantes do recadastramento devem comparecer aos pontos de coleta de digitais no prazo definido, a fim de evitar o cancelamento do título de eleitor. O principal objetivo, segundo o TSE, é evitar lentidão nos locais de votação e fraudes na apuração dos votos.

Neste ano, o TSE está na terceira fase do recadastramento. A meta é fazer o registro de 13 milhões de eleitores em 491 municípios. Para 2014, a estimativa do Tribunal é que 22 milhões de eleitores sejam identificados pela biometria, o que inclui os Estados de Sergipe, Alagoas, Amapá, além do Distrito Federal e mais 844 municípios. O número se refere a todas as etapas de recadastramento, que teve início em 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
tsebiometria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.