TSE deve julgar nesta 3ª cassação do governador do Tocantins

Marcelo Miranda é acusado de usar programa social em troca de votos; MP deu parecer a favor da cassação

Agência Brasil,

23 de junho de 2009 | 12h06

O Tribunal Superior Eleitoral pode votar nesta terça-feira, 23, a partir das 19 horas, o pedido de cassação do mandato do governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e de seu vice, Paulo Sidnei Antunes (PPS), por abuso de poder econômico e compra de votos. A Procuradoria Geral Eleitoral enviou parecer favorável à perda do mandato.

 

Veja também:

especial Saiba quem são os governadores na mira do TSE

 

Marcelo Miranda é acusado de usar o programa social estadual Governo Mais Perto de Você, sem a devida autorização legislativa e previsão orçamentária, para distribuir benefícios à população como 4 mil terrenos, óculos e cestas básicas.

 

Segundo a procuradoria, houve propaganda maciça que vinculou o nome do governador aos benefícios concedidos. O governador também é acusado de ter usado a máquina administrativa pública para criar cargos e nomear irregularmente servidores públicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.