Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

TSE deve definir prazo para extinção de doações de empresas a partidos, diz Toffoli

Ministro afirma que discutirá com colegas como definir data, mas defende que financiamento ocorram até dezembro de 2015

Leonardo Augusto - especial para O Estado de S. Paulo, O Estado de S. Paulo

25 de setembro de 2015 | 14h43

BELO HORIZONTE - A definição sobre a data na qual serão extintas as doações de empresas aos partidos políticos poderá ser feita a partir de resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), segundo informou nesta sexta-feira, 25, em Belo Horizonte o presidente da corte, Dias Toffoli. O ministro disse que vai discutir com os colegas do tribunal qual a melhor forma para a definição dessa data.

A avaliação de Toffoli, que também é ministro do Supremo Tribunal Federal, difere do entendimento do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, para quem a decisão de considerar inconstitucionais as doações de empresas a partidos e campanhas já estaria valendo. "Todas as decisões jurídicas que têm consequências mais verticais precisam de um tempo maior para entrar em vigor. Isso é comum", disse Toffoli, que participa hoje de congresso sobre direito tributário na capital mineira. O ministro defende que as doações de empresas ocorram até dezembro de 2015.


Tudo o que sabemos sobre:
doações eleitoraisDias ToffoliTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.