TSE defende doações para candidatos pela internet

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Britto, defendeu hoje que sejam permitidas as doações para candidatos pela internet e disse que a novidade pode tornar o financiamento das campanhas mais transparente. "Quem financia abertamente faz cobrança abertamente. Quem financia por debaixo dos panos faz cobrança por debaixo dos panos", afirmou Ayres Britto. Logo após o segundo turno da eleição municipal, o presidente do TSE disse que a doação de dinheiro pela internet, que é uma prática muito difundida nos Estados Unidos, "teoricamente pode ser implantada na eleição de 2010". Ele também defendeu que seja liberada a divulgação de opiniões sobre candidatos na internet. Segundo ele, isso traria inclusive a juventude - que usa muito a internet - para as discussões políticas.Nos Estados Unidos, os candidatos à presidência costumam usar a internet para arrecadar fundos e para anunciar decisões importantes. O democrata Barack Obama, por exemplo, usou a internet para informar seus eleitores o nome do político escolhido para ser o seu vice. A senadora Hillary Clinton também utilizou a internet para divulgar mensagem na qual reconheceu que Obama havia vencido a disputa para ser o candidato democrata.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.