TSE decide que Cristovam Buarque pode ser candidato

Por maioria de votos, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) derrubaram uma decisão que tornou inelegível o ex-governador do Distrito Federal Cristovam Buarque (PT). O petista havia sido condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por desobediência durante a campanha à reeleição, em 1998.Ele não teria cumprido decisão que determinava a retirada de cartazes das ruas de Brasília com propaganda institucional do governo.Com exceção da ministra Ellen Gracie, os integrantes do TSE entenderam que houve prescrição do caso já que entre o fato e a denúncia do Ministério Público Eleitoral passaram-se mais de dois anos.Eles julgaram extinta a pena imposta a Cristovam pelo TRE que o condenara ao pagamento de multa e à prestação de serviços à comunidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.