TSE decide manter mandato de senadora do RN

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve o mandato da senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN), acusada de abuso do poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação pelo candidato derrotado ao Senado no Estado, Fernando Bezerra. Por quatro votos a dois, os ministros rejeitaram o pedido para que o mandato de Rosalba fosse cassado. Bezerra argumentava que Rosalba apareceu por 64 vezes em cinco meses na TV Tropical (retransmissora do SBT), que tem como um dos sócios o líder do DEM no Senado, José Agripino (RN).Foram favoráveis à senadora os ministros Marcelo Ribeiro, Ricardo Lewandowski, Caputo Bastos e Felix Fischer. Pela cassação votaram apenas os ministros Cezar Peluso e Ari Pargendler. O julgamento do recurso começou em 26 de junho. Um pedido de vista e a ida do ministro Carlos Alberto Direito para o Supremo Tribunal Federal (STF) atrasaram a conclusão do processo. Fernando Bezerra ainda deve recorrer da decisão ao TSE ou ao STF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.