JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

TSE convoca sete ex-executivos da Odebrecht para depor

Lista inclui integrantes do departamento de propinas da construtora para falar sobre doações à campanha da chapa Dilma-Temer

O Estado de S.Paulo

02 Março 2017 | 12h37

Veja lista de ex-executivos da Odebrecht que vão depor sobre ação que julga chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Já depôs

Marcelo Odebrecht, ex-presidente, na quarta-feira, 1.

Vão depor

Benedicto Barbosa da Silva Júnior, ex-diretor da Odebrecht Infraestrutura, nesta quinta-feira, 2, no Rio.

Fernando Reis, ex-diretor da Odebrech Ambiental, nesta quinta-feira, 2, no Rio.

Alexandrino de Salles Ramos de Alencar, ex-vice presidente de Relações Institucionais da Braskem, na segunda-feira, 6.

Cláudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, na segunda-feira, 6.

Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, chefe do Setor de Operações Estruturadas - nome oficial do departamento responsável pelos pagamentos ilícitos do Grupo Odebrecht, sem data e local.

Luiz Eduardo Soares, responsável por receber pedidos de líderes empresariais e diretores de todos os braços da Odebrecht para operacionalização de pagamento de propina, sem data e local.

O que disse

Marcelo afirmou na quarta-feira, 1, em depoimento à Justiça Eleitoral, que 4/5 dos recursos destinados pela empresa para a campanha da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer em 2014 tiveram como origem o caixa 2. Segundo relatos, Marcelo afirmou que a petista tinha dimensão da contribuição e dos pagamentos, também feitos por meio de caixa 2, ao então marqueteiro do PT, João Santana. A maior parte dos recursos destinados ao marqueteiro era feita em espécie. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.