TSE autoriza mudança no limite de gastos da campanha de Dilma

Previsão de gastos sobe de $ 157 milhões para R$ 191 milhões.

estadão.com.br, com TSE

27 de outubro de 2010 | 18h01

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o pedido de alteração do limite de gastos da campanha presidencial da coligação de Dilma Rousseff (PT).

 

O ministro Aldir Passarinho Junior autorizou o aumento do limite de R$ 157 milhões para R$ 191 milhões. Desse total, R$ 176 milhões fazem parte do teto do PT e R$ 15 milhões do PMDB.

 

A alteração se deveu, segundo a coligação de Dilma, ao aumento de gastos de campanha com a confirmação do segundo turno entre a petista e José Serra (PSDB).

Tudo o que sabemos sobre:
Dilma ROusseffcampanhagastosTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.