TSE autoriza crédito suplementar R$ 11 mi para eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou crédito suplementar de R$ 10,9 milhões para os tribunais regionais realizarem as eleições gerais de outubro, que vão eleger o presidente da República, governadores dos Estados, senadores e deputados federais e estaduais. Os recursos, segundo portaria do TSE, publicada hoje no Diário Oficial da União, "decorrerão da anulação parcial de dotações orçamentárias".

ROSANA DE CASSIA, Agência Estado

23 Julho 2010 | 13h23

Na terça-feira, a corte anunciou que 135.804.433 eleitores são aptos a votar em todo o País. O número mostra que houve crescimento de 7,8% do eleitorado em relação às eleições de 2006. Naquele ano, havia pouco mais de 125 milhões de eleitores. As mulheres ainda formam a maioria do eleitorado - 51,8% são do sexo feminino e 48% são homens. As exceções são os Estados de Mato Grosso, Pará, Rondônia e Roraima, que concentram maior número de eleitores masculinos.

Os dados do TSE também mostram que houve uma redução do número de eleitores jovens. Atualmente há 2,391 milhões de eleitores na faixa de 16 e 17 anos cadastrados para votar. Em 2008, havia 2,923 milhões nessa faixa etária e, em 2006, o número era de 2,566 milhões. São Paulo continua sendo o maior colégio eleitoral, concentrando 23,3% dos eleitores, seguido de Minas Gerais, com 10,6%, do Rio de Janeiro, com 8,5%, e da Bahia, com 7%.

Mais conteúdo sobre:
eleiçãoverbacréditoTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.