Tropas desembarcam em Tocantins

Está previsto para 14h30, o desembarque em Tocantins da primeira tropa com cerca de 180 soldados do Exército vindos da Brigada Pára-quedista do Rio de Janeiro, destacada para ajudar a manter a ordem no Estado onde há uma semana os policiais militares estão em greve. Ainda hoje, o governo de Tocantins contará, ao todo, com a presença de 900 homens do Exército. A idéia inicial era de mandar apenas 500 soldados, mas o número foi elevado diante da grave situação em que se encontra no Estado. Além desses militares, outros 180 estarão de sobreaviso em Cristalina para deslocamento imediato para Palmas, em caso de necessidade. Do total de 900 homens, 200 são da brigada carioca e o restante do Batalhão de Infantaria de Goiânia e do Batalhão da Polícia do Exército de Brasília. O general Rubem Peixoto Alexandre, que comanda a 3.ª Brigada de Infantaria Motorizada em Goiânia, será o responsável pela operação que envolverá a desocupação de quartéis tomados pelos PMs e suas esposas. O comandante da 11.ª Região Militar (DF) general Renato Ferrarife também foi deslocado para Palmas para coordenar a parte logística da operação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.