Trio elétrico petista é parado na Bahia

O conflito entre correligionários e adversários do ex-senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) começou esta manhã, na capital baiana, bem antes das duas manifestações marcadas para o final da tarde: uma a favor e outra contra ACM. O trio elétrico "Pra Abalar", contratado para animar a passeata dos oposicionistas foi parado e apreendido na Avenida Bonocô, por funcionários da Secretaria Municipal de Transportes e radiopatrulhas da Polícia Militar. Os servidores municipais informaram a dirigentes petistas que receberam ordem do prefeito Antonio Imbassahy (PFL) de não deixar o trio chegar ao centro de Salvador.Rui Costa, diretor estadual do PT e responsável pelo trio, chamou vários deputados e vereadores de partidos da oposição para tentar liberar o carro. "Eles querem impedir que o trio chegue até Campo Grande porque o equipamento vai animar uma festa do PT mas, por outro lado, não retiraram as faixas de saudação a ACM, afixadas por toda a cidade, o que é proibido", reclamou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.