Tribunal manda soltar irmãos da 'Máfia do Asfalto'

O Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (TRF3) determinou, em caráter liminar, na tarde desta quinta feira, que sejam colocados em liberdade os quatro irmãos do empresário Olívio Scamatti, apontado como chefe de organização criminosa que fraudava licitações em 78 municípios da região noroeste de São Paulo. O caso foi denominado pelo Ministério Público como "Máfia do Asfalto".

FAUSTO MACEDO, Agência Estado

25 Abril 2013 | 20h26

A decisão é do juiz federal convocado Márcio Mesquita, do TRF3, que acolheu habeas corpus da defesa dos irmãos de Olívio - Dorival, Edson, Mauro e Pedro, todos empresários e sócios do Grupo Demop, empreiteira que teria sido a principal beneficiária de licitações fraudulentas, segundo denúncia da Procuradoria.

Os quatro eram considerados foragidos desde a semana passada, mas nesta quarta, 24, eles se entregaram à Polícia Federal em São José do Rio Preto. O habeas corpus para os quatro foi apresentado pelo criminalista Celso Vilardi. Ele argumentou que os irmãos de Olívio Scamatti não têm envolvimento em fraudes e não têm intenção de fugir. O juiz convocado Márcio Mesquita concedeu a liminar e mandou soltar os empresários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.