TRF designa novo juiz federal para o caso Carlinhos Cachoeira

Alderico Rocha assume após Leão Aparecido Alves recusar substituir Moreira Lima por razões de 'foro íntimo'

estadão.com.br,

20 de junho de 2012 | 02h03

SÃO PAULO - O presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1), desembargador federal Mário César Ribeiro, atendendo à solicitação do corregedor regional da Justiça Federal de 1.º Grau da Primeira Região, Carlos Olavo, designou, nesta terça-feira, 19, o juiz federal Alderico Rocha Santos, titular da 5.ª Vara Federal da Seção Judiciária de Goiás, para julgar a ação penal que tramita contra o contraventor Carlinhos Cachoeira.

 

Alegando ter sofrido ameaças após determinar a prisão de Cachoeira durante a Operação Monte Carlo em fevereiro, o juiz Paulo Augusto Moreira Lima pediu para deixar o processo. No lugar de Paulo Augusto, foi escolhido Leão Aparecido Alves, que não assumiu por razões de "foro íntimo" e por manter relação próxima com um dos denunciados.

 

Segundo a nota divulgada pelo TRF-1, o desembargador designou o juiz federal "para, sem prejuízo de suas funções na vara de origem, processar e julgar a Ação Penal n. 9272-09.2012.4.01.3500, em curso na 11.ª Vara daquela Seccional, tendo em vista ter afirmado suspeição, por motivo de foro íntimo, o juiz federal Leão Aparecido Alves, titular da 11.ª Vara.".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.