TRF barra publicação de informação sobre salários de servidores

Presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª. Região rejeitou pedido para divulgar dados na internet

Mariângela Gallucci, de O Estado de S. Paulo,

09 de julho de 2012 | 21h56

BRASÍLIA - Os brasileiros continuam impedidos de saber quanto ganham os servidores públicos federais dos três Poderes. O presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª. Região, Mário César Ribeiro, rejeitou nesta segunda-feira, 9, um pedido da União para que as informações voltassem a ser divulgadas na internet.

 

Ribeiro manteve uma liminar concedida recentemente pela Justiça Federal em Brasília que havia determinado a retirada da internet dos dados sobre as remunerações dos funcionários públicos. Antes da liminar, os salários do funcionalismo estavam disponíveis para consulta ampla e de forma individualizada.

 

Em sua decisão, Ribeiro disse que é sensato manter a liminar até que seja averiguado se a divulgação dos dados fere ou não direitos individuais dos servidores públicos. A revelação dos salários ocorreu com base na Lei de Acesso a Informações Públicas, que entrou em vigor recentemente.

 

"A decisão impugnada (que proibiu a divulgação) tem o intuito meramente acautelador, afastando, tão somente, a publicação de forma individualizada", afirmou.

 

Para tentar liberar a publicação das informações, a União pode recorrer às instâncias superiores da Justiça. A expectativa é de que a divulgação dos dados seja liberada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.