Três pesquisas antecedem início do horário eleitoral

Principal aposta dos candidatos à Presidência da República, o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão começa na próxima terça-feira, 17, embalado por três novas pesquisas de opinião, que serão divulgadas entre hoje e terça-feira.

ANDREA JUBÉ VIANNA, Agência Estado

13 de agosto de 2010 | 13h11

A introdução dos meios de comunicação de massa como ferramentas de campanha marca o início de uma nova etapa na corrida ao Palácio do Planalto. Todos esperam subir nas pesquisas com a exposição diária na televisão.

A nova rodada de pesquisas vai mostrar a posição dos candidatos na largada para essa nova fase. O resultado da nova pesquisa do Instituto Datafolha deve ser divulgado hoje à noite. Na próxima segunda-feira, 16, será divulgado novo levantamento Vox Populi/Band/IG. Os resultados da nova pesquisa Ibope, encomendada pela Rede Globo, saem até terça-feira.

Com 50 minutos de duração, a campanha no rádio e na televisão vai ao ar diariamente, menos aos domingos, até o dia 30 de setembro. Três dias depois, 3 de outubro, ocorre o primeiro turno da eleição.

Presidenciáveis

A campanha começa pela propaganda dos candidatos a presidente da República, que será veiculada às terças-feiras e quintas-feiras e aos sábados. Com 25 minutos de duração, será exibida às 7 horas e reprisada às 12 horas no rádio. Na televisão, vai ao ar às 13 horas, com reprise às 20h30. Os 25 minutos restantes do tempo nesses dias são reservados à propaganda dos candidatos a deputado federal.

Nos outros dias - às segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras - vai ao ar a propaganda dos candidatos a governador, deputados estaduais e distritais e senador, nessa ordem. O tempo é distribuído da seguinte forma: 18 minutos para os candidatos a governador, 17 minutos para os candidatos às Assembleias Legislativas e 15 minutos para os que concorrem ao Senado.

Dilma Rousseff terá 3 minutos e 20 segundos a mais em cada bloco do que seu principal adversário, José Serra. A petista também aparecerá, a cada dia, em cinco ou seis inserções de propaganda de 30 segundos, distribuídas ao longo da programação. Serra terá direito a três ou quatro inserções diárias.

Propaganda

No horário fixo, Dilma contará com 10 minutos e 38 segundos de propaganda. Serra terá 7 minutos e 18 segundos. A candidata do PV, Marina Silva, ficou com 1 minuto e 23 segundos. O PSOL, de Plínio de Arruda Sampaio, contará com 1 minuto e 1 segundo e 94 centésimos.

Os demais candidatos - Rui Costa Pimenta (PCO), José Maria de Almeida (PSTU), José Maria Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Ivan Pinheiro (PCB) - terão 55 segundos cada um.

A propaganda de José Serra abre o horário eleitoral. Na sequência, vêm Plínio Sampaio, Rui Pimenta, José Maria, Dilma Rousseff, Eymael, Levi Fidelix, Marina Silva e Ivan Pinheiro. Nos dias seguintes, haverá rodízio na ordem de exibição dos programas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.