TREs não aceitarão CNH e passaporte

Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prevê que todos os Tribunais Regionais Eleitorais deverão excluir o passaporte e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) da lista dos documentos para efetuar pedidos de alistamento, transferência, revisão de dados e segunda via do título eleitoral. A CNH não será mais aceita por não conter a informação sobre a nacionalidade do titular. No caso do passaporte, o novo modelo não apresenta dados relativos à filiação. Continuam válidos documentos de identificação com validade nacional, como o RG e a certidão de nascimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.