Estadão
Estadão

Três manifestantes contrárias ao governo Temer são retiradas de hotel em São Paulo

O local recebe, nesta quinta-feira, 16, evento com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha

Ana Fernandes e Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2016 | 13h52

Três manifestantes contrárias ao governo interino de Michel Temer foram retiradas pela segurança do hotel Grand Hyatt na zona sul de São Paulo. O local recebe hoje evento com o ministro da Casa Civil de Temer, Eliseu Padilha (PMDB).

"Estou chocada com esse governo golpista que só toma medidas de extrema direita", afirmou a enfermeira Edva Aguilar ao Broadcast Político antes de ela é as duas amigas que a acompanhavam serem escoltadas até a saída do hotel. As três vestiam camisetas com os dizeres "Fora Temer" e "Democracia, que horas ela volta?". Elas alegaram não serem de nenhum movimento, apenas amigas que são contra o governo Temer.

Padilha participa logo mais de almoço-debate promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide), organização fundada pelo pré-candidato tucano à Prefeitura de São Paulo, João Doria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.