Três comissões investigam acidente da P-34

Já são três as comissões formadas para investigar as causas do acidente na plataforma P-34 na Bacia de Campos, no litoral norte do Rio de Janeiro. Além da comissão nomeada em parceria entre a Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Departamento de Costas e Portos (DCP), o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea) também formou uma segunda comissão. O Sindicato dos Oficiais da Marinha Mercante já nomeou uma terceira comissão e existe a possibilidade de a Federação Única dos Petroleiros (FUP) ter representantes na comissão que deverá ser composta por técnicos da Petrobras. O presidente da FUP reuniu-se com o diretor de Segurança, Saúde e Meio Ambiente da Petrobras, Irani Varella, para discutir a formação do grupo que vai apurar a responsabilidade sobre o acidente. Veja o especial sobre a P-34

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.