Três chapas vão disputar seção paulista da OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Paulo registrou nesta segunda-feira (29) as chapas dos três candidatos às eleições da entidade, marcadas para novembro. Marcos da Costa, presidente em exercício, Alberto Zacharias Toron e Ricardo Sayeg vão disputar o comando da maior seccional da OAB no País, com 320 mil filiados e receita de R$ 233,3 milhões.

FAUSTO MACEDO, Agência Estado

30 de outubro de 2012 | 10h10

Costa, que terá como vice Ivette Senise Ferreira, presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo, planeja a valorização do advogado, fixação de honorários justos, ampliação do mercado de trabalho e criação do Conselho Estadual de Justiça.

Toron quer criar uma cooperativa dos advogados. Ele afirma que "não vai permitir o aparelhamento da OAB por qualquer partido e não será transformada em um trampolim para aventuras políticas".

Sayeg quer democratizar a Ordem que, segundo ele, transformou-se em uma entidade político-partidária. Formado pela PUC, livre-docente da cadeira de Direito Econômico, ele avalia que a OAB se afastou de sua missão corporativa. "Minha expectativa é de vitória." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
OABSPeleiçõespresidência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.