TRE suspende repasse de recursos ao PSOL paulista

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) suspendeu hoje o repasse de novas cotas do fundo partidário ao diretório estadual do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). O órgão não aprovou a prestação de contas anual referente ao exercício de 2006 por falta de comprovação da origem dos recursos.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

31 de março de 2011 | 18h47

Os juízes também determinaram um ressarcimento de R$ 31.924,55, valor que permaneceu sem adequada comprovação da fonte. Segundo o julgamento, além desse valor, as contas apresentadas continham irregularidades como ausência de conta bancária no período de 1º de janeiro a 28 de maio de 2006.

Mais conteúdo sobre:
recursoPSOLSPTRE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.