TRE suspende cassação de prefeito no interior de SP

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo suspendeu a decisão de cassar o mandato do prefeito de Nova Campina (SP), Eliel Cardoso Santiago e do seu vice Luiz Fernando Tassinari, ambos do PTB, acusados de compra de voto.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

16 de dezembro de 2009 | 15h51

Eleitos em 2008, ambos foram acusados de terem doado cestas básicas, caixas de leite e vale combustível em troca de votos. Por votação unânime, os juízes entenderam que a compra de votos não foi comprovada.

A decisão foi divulgada hoje. Eles tinham sido condenados à perda do mandato por decisão da Justiça eleitoral do município. Como recorreram ao TRE, não chegaram a deixar os cargos. Santiago e Tassinari foram eleitos com 2.033 votos (37,5 % dos votos válidos).

Nova Campina pertence à zona eleitoral de Itapeva, na região sul do Estado e possui 6.493 eleitores. O Ministério Público de Itapeva vai entrar com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Tudo o que sabemos sobre:
prefeitovicecassaçãoTRENova Campina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.