TRE-SP rejeita pedido do PRTB para participar de debate

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo rejeitou hoje, por unanimidade, o pedido do PRTB para obrigar a Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão a incluir o candidato a prefeito Levy Fidelix no primeiro debate feito por uma TV aberta entre candidatos a prefeito da capital paulista, que ocorre hoje, a partir das 21h30. A decisão do TRE mantém a sentença de primeiro grau. De acordo com o tribunal, a legislação eleitoral assegura a participação nos debates de integrantes de partidos que têm representação na Câmara dos Deputados resultante de processo eleitoral. O PRTB não elegeu nenhum deputado nas eleições passadas e conta com um representante na Câmara, que foi eleito por outra sigla e trocou de agremiação (para o PRTB). Cabe recurso da resolução ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Um total de oito candidatos a prefeito da capital se enfrentarão no debate. Marta Suplicy (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Gilberto Kassab (DEM), Paulo Maluf (PP), Soninha Francine (PPS), Renato Reichmann (PMN), Ciro Moura (PTC) e Ivan Valente (PSOL) responderão a perguntas da produção, dos próprios candidatos e de jornalistas, ao longo das duas horas e meia do programa, com início às 21h30, na Band. Com mediação de Boris Casoy, o debate terá cinco blocos. No primeiro, a produção faz uma mesma pergunta para todos. No segundo e terceiro blocos, candidato pergunta para candidato. No quarto, jornalistas perguntam. A última parte é a das considerações finais. Segundo o diretor de Jornalismo da Rede Bandeirantes, Fernando Mitre, dificilmente haverá agressões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.