TRE-SP multa tucana por propaganda antecipada

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) multou na noite de ontem a deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB) em R$ 10 mil. A parlamentar foi acusada pela Procuradoria Regional Eleitoral de ter feito propaganda em Sorocaba (SP), reduto da tucana, antes do prazo legal permitido pela Justiça. Cabe recurso da decisão.

AE, Agência Estado

05 Maio 2010 | 17h29

Na representação feita em abril, a Procuradoria apontou que a parlamentar afixou dois outdoors no município paulista com fotos suas e a frase: "Coragem, liderança e democracia. Mulheres, esse é o nosso caminho!". O anúncio continha no canto inferior o nome da deputada, que foi durante oito anos membro do Conselho Estadual da Condição Feminina do PSDB.

Em despacho divulgado ontem, o juiz auxiliar Luís Francisco Aguilar Cortez alegou que a divulgação da propaganda teve a intenção de promover as qualidades da parlamentar em ano eleitoral "com nítido direcionamento e intenção de captar a vontade do eleitor para fins eleitorais, exatamente o que a lei pretendeu coibir", argumentou.

A assessoria de imprensa da deputada afirmou que ela só se pronunciará quando for notificada da decisão.

Mais conteúdo sobre:
eleição TRE deputada multa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.