TRE-SP cassou 44 vereadores em 2008 por 'infidelidade'

O Tribunal Regional de São Paulo julgou, em 2008, mais de 980 processos de decretação de perda de cargo e cassou 44 vereadores em todo o Estado. Todos casos de infidelidade partidária. O último a ser cassado foi Antônio Furlan Filho (PMDB), de Barueri. Ele havia trocado o PPS pelo PMDB em 2007. Ainda cabe recurso. O TRE paulista autuou ao todo 8.142 processos - 72% referentes às eleições municipais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.