TRE-SP cassa mandato de vereador que foi eleito prefeito em Tatuí

José Manoel Coelho (PMDB) é acusado de infidelidade partidária por mudar de partido sem motivo

José Maria Tomazela - Agência Estado,

26 de outubro de 2012 | 14h13

SOROCABA - O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo cassou o mandato do vereador José Manoel Correa Coelho (PMDB), mais conhecido como Manu, acusado de infidelidade partidária.

 

 

Manu venceu as eleições para a prefeitura de Tatuí, no interior de São Paulo, no dia 7, com 47,2% dos votos. A perda do mandato parlamentar não deve, no entanto, impedir a posse como prefeito em 1.º de janeiro. O vereador, eleito para a Câmara Municipal pelo PDT, foi cassado por ter mudado de partido sem motivo, o que é proibido pela legislação eleitoral.

A Câmara foi notificada nesta sexta-feira para dar posse ao suplente, mas Manu informou que entrará com recurso. Em junho, a Justiça já havia afastado do cargo outro vereador da cidade, José Maria Cardoso Filho (PR), mais conhecido como Zetakão, acusado de ficar com parte dos salários pagos a assessores.    

 

 

O recurso do vereador ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) não foi aceito, mas ele recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e aguarda decisão. No lugar de Zetakão, foi empossado o vereador Márcio Camargo (PSDB).

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPTatuí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.