TRE retifica informação sobre programa de Hélio Costa

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) retificou a informação sobre o veto ao depoimento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na propaganda eleitoral de Hélio Costa (PMDB), candidato ao governo mineiro. De acordo com a corte, o juiz Octávio Augusto de Nigris Boccallini cita na sentença apenas o benefício a Fernando Pimentel, candidato ao Senado pelo PT, e não à presidenciável Dilma Rousseff (PT). Apesar da retificação, a proibição é a mesma, vetando o depoimento do presidente.

MARCELO PORTELA, Agência Estado

25 de agosto de 2010 | 17h21

Segundo o magistrado, ao pedir votos para Pimentel Lula beneficia candidatura em horário destinado a Hélio Costa, "causando desequilíbrio no pleito". A alegação é a mesma para a liminar expedida pelo mesmo juiz na segunda-feira em que veta a veiculação de um depoimento de Dilma no programa do peemedebista. Segundo Boccalini, é "inequívoco" que a presidenciável petista estaria se beneficiando de propaganda dedicada a outro candidato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.