TRE reforma multa aplicada a Orestes Quércia

O presidente estadual do PMDB teria que pagar R$ 5 mil reais por propaganda antecipada

25 de agosto de 2010 | 15h07

SÃO PAULO - Na sessão plenária da última terça-feira, 23, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo retirou a multa no valor de R$ 5 mil aplicada ao candidato a senador pela Coligação Unidos por São Paulo (PMDB/PSC/PPS/DEM/PHS/PMN/PSDB), Orestes Quércia, por propaganda eleitoral antecipada na internet através de blog pessoal.

 

A corte entendeu, por maioria de votos, que os textos veiculadas no blog de Quércia não caracterizavam propaganda, já que foram transcrições de mensagens enviadas por terceiros como forma de apoio a sua candidatura.

 

Da decisão, cabe recurso ao TSE.

 

Fonte: Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP)

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010Orestes Quérciamulta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.