TRE reduz para R$ 5 mil multa a pastor candidato do PV

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) reduziu ontem o valor da multa aplicada contra o deputado estadual e pastor Dilmo dos Santos (PV). Ele havia sido condenado pelo juiz auxiliar da propaganda eleitoral a pagar multa de R$ 25 mil por propaganda antecipada. A multa foi reduzida para R$ 5 mil, após recurso movido pelo candidato.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

17 de agosto de 2010 | 15h55

No entendimento do TRE-SP, a divulgação de marcadores de páginas com nome e foto do candidato, a promoção pessoal em programa de rádio e o envio de correspondência aos fiéis com referências à sua candidatura, antes do dia 6 de julho, caracterizam propaganda eleitoral antecipada. Da decisão, cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.