TRE proíbe propaganda no site da prefeitura de Curitiba

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) determinou que a prefeitura de Curitiba retire das páginas que mantém na internet todas as propagandas institucionais, que visam, sobretudo, divulgar as obras realizadas pela atual administração. O pedido de liminar foi feito pela coligação Curitiba Para Todos (PT/PSC/PRB/PHS/PMN/PTC), que tem Gleisi Hoffmann como candidata majoritária. O objetivo é evitar que os sites sirvam como instrumento de campanha para o prefeito Beto Richa, candidato à reeleição pela coligação Curitiba O Trabalho Continua (PSDB/PSB/PDT/PP/PPS/DEM/PR/PSDC/PRP/PTN/PSL).A prefeitura informou, por meio da assessoria, que não vai recorrer da decisão e que já se adequou ao que foi exigido pela Justiça. Segundo a assessoria, durante o período eleitoral os sites oficiais apresentarão somente informes relativos a serviços públicos. Se houver qualquer desobediência, o TRE estipulou multa que pode variar entre R$ 5 mil e R$ 100 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.