TRE-PR estima recadastrar 80% de eleitores curitibanos

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) acredita que conseguirá 80% de recadastramento biométrico do eleitorado de Curitiba até a próxima quarta-feira. Até a tarde de hoje (13), cerca de 1.050.000 já tinham comparecido ao órgão, mas alguns desses eleitores estão realizando títulos novos ou transferências e não entram na contagem do recadastramento. O porcentual de 80% foi estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que o sistema de eleição biométrica fosse adotado a partir deste ano.

EVANDRO FADEL, Agência Estado

13 de janeiro de 2012 | 15h59

O trabalho deve se estender até a próxima sexta-feira. Após essa data, o eleitor que não compareceu terá o título eleitoral suspenso. Para agilizar o processo o TRE-PR instalou 235 guichês e permite o agendamento via internet. De acordo com o assessor de Comunicação, Marden Machado, diariamente têm comparecido cerca de 7,2 mil pessoas. Terminado o período de recadastramento, o TRE continuará realizando títulos para novos eleitores, até o dia 9 de maio, conforme estabelecido pelo TSE.

Além de Curitiba, o sistema biométrico deve ser adotado nas eleições deste ano em todos os municípios de Sergipe e Alagoas, além de outras 49 cidades espalhadas em 13 Estados, incluindo as capitais Goiânia (GO) e Porto Velho (RO), o que deve somar aproximadamente 10 milhões de eleitores. Nas últimas eleições, cerca de 1,1 milhão de pessoas de 60 cidades em 23 Estados foram identificados pelas digitais. O TSE planeja que, em 2018, todos os municípios brasileiros realizem eleições com identificação biométrica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.