TRE-PB mantém cassação do governador Cunha Lima

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE/PB) rejeitou os recursos apresentados pelo vice-governador da Paraíba, José Lacerda Neto (DEM), e pelo superintendente do jornal A União, Itamar da Rocha Cândido, e manteve a cassação do governador Cássio Cunha Lima (PSDB) e de seu vice, por uso do diário para veiculação de publicidade eleitoral em período irregular.Com a rejeição, ficou mantida ainda a decisão de aplicar de multa de R$ 100 mil para Cássio Cunha Lima e para o superintendente do jornal, além de inelegibilidade do governador e de Itamar Cândido por três anos. Para o Ministério Público Eleitoral na Paraíba, os recursos analisados pelo TRE apenas insistiam em um novo julgamento de questões já debatidas, o que não seria possível na mesma instância. Cabe agora aos advogados apresentar recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.